comunicação visual e sinalização IMS Paulista/ 1 de abril de 2019

Após vencer o concurso para a sinalização da nova sede do Instituto Moreira Salles, inaugurado em setembro de 2017 na Avenida Paulista, nós da Dea Design, em parceria com o Estúdio Quadradão, tínhamos como objetivo complementar estética e funcionalmente a bela arquitetura do escritório Andrade Morettin. Desenvolvemos, assim, uma sinalização que desdobra em peças que ajudam o usuário a se locomover pelo edifício, tanto no sentido vertical entre escadas e elevadores, quando horizontalmente em cada pavimento, em seus variados programas. Com um toque tecnológico, propomos telas de tv que, além de auxiliar o usuário, permitem que ele interaja com a peça, com suas câmeras em tempo real.

imspaulista_deadesign

imspaulista_signage_deadesign02 imspaulista_signage_deadesign04 imspaulista_signage_deadesign05

Iniciamos o projeto de sinalização com análise do projeto arquitetônico, seus programas e, principalmente, sua circulação vertical. Já que os programas se sobrepõem verticalmente e grande parte deles são acessados pelo térreo elevado, nosso objetivo foi reforçar essa circulação, tornando-a mais didática e intuitiva possível, através da sinalização desses espaços. Dividimos a comunicação visual em três gestos principais: o primeiro trata de indicar a transposição do térreo da Avenida Paulista para o térreo elevado do edifício; o segundo procurou articular verticalmente os programas do centro cultural; e o terceiro gesto percorre horizontalmente cada pavimento. A partir disso, a sinalização foi dividida em duas frentes: uma digital, desdobrada em telas de tv; e outra analógica, que se estende por todo o centro cultural em placas.

imspaulista_signage_deadesign03 sinalizacao ims paulista dea design ims-59

Como forma de indicar o principal acesso no térreo pela escada rolante, propomos três telas de TV com imagens dinâmicas, em que duas delas são de programação do IMS e a terceira apresenta vídeos em tempo real do edifício. Para implementação dessas telas, levamos em consideração os enquadramentos visuais trazidos pela arquitetura, sendo eles a entrada do estacionamento, a escada rolante e a entrada do restaurante. Optamos por preservar o enquadramento da escada rolante e a partir disso buscamos um enquadramento para as telas.

O posicionamento das telas nessa projeção obedece três trilhos implantados entre a malha do forro e a laje, com possibilidade de mudança de posicionamento na direção longitudinal do edifício obedecendo a modulação do forro. A intenção foi a de criar planos, posicionar os totens em uma mesma linha ou configurar espaços entre eles. As tvs do térreo estão fixadas no trilho metálico preso no teto, enquanto as tvs dos halls estão chumbadas e parafusadas direto no concreto.

A fim de conectar os pavimentos no percurso vertical do edifício, posicionamos uma tela, a qual chamamos de totem-escada, no hall de cada pavimento entre o elevador e a escada. Ele é composto por uma tela subdividida em nove partes, em que cada parte apresenta imagens em tempo real do pavimento correspondente, captadas por uma câmera integrada à cada totem, indicando em qual pavimento você está. As telas de TV LED possuem uma estrutura metálica com pintura preta, fechamento frontal em vidro temperado anti-reflexo com uma câmera instalada internamente.

Já a sinalização analógica cumpre a função de sinalizar horizontalmente os pavimentos, sendo composta pelos sinalizadores verticais, que são monolitos vazados em acrílico com pintura fosca preta. Seus textos e pictogramas estão em vinil de recorte branco. As peças restantes possuem base em acrílico com pintura fosca e vinil de recorte sobreposto em branco ou preto. Fixação por fita dupla e cola silicone.

Fotos de Romulo Fialdini e Camila Picolo.